O novo álbum

O novo álbum 2021-03-29T17:43:32+02:00

Argumento: Jean-Yves Ferri – Desenhos: Didier Conrad
Edição original: Edições ASA
Primeira edição em álbum: 21 de outubro de 2021

Em 21 de outubro de 2021, Astérix, Obélix e Ideiafix estarão de volta para uma 39ª aventura em banda desenhada. Acompanhados por Panoramix, o mais célebre dos druidas gauleses, preparam-se para partir numa longa e misteriosa viagem em busca de uma estranha e aterradora criatura.

“Mas que raio de criatura é esta?”

Didier Conrad fez chegar um desenho às Éditions Albert René. Um desenho estranho e misterioso… Mostra os nossos dois heróis – criados há mais de 60 anos pelos geniais René Goscinny e Albert Uderzo – subindo por um enorme tronco de árvore para tentarem apanhar o Ideiafix, que parece querer fugir-lhes…

Este tronco é muito peculiar: está esculpido e apresenta a efígie duma criatura bem enigmática, dotada de presas impressionantes e de um terrível bico de ave de rapina…

…Idolatrada ou temida pelos povos da Antiguidade, esta criatura é…

A 21 de outubro de 2021, Astérix, Obélix e Ideiafix estarão de volta numa nova aventura que se intitulará Astérix e o Grifo. Novamente realizada pela talentosa dupla formada por Jean-Yves Ferri (argumento) e Didier Conrad (desenhos), ninguém duvida que ela vai propor aos nossos heróis uma demanda épica e repleta de armadilhas em busca deste animal fantástico!

Porquê o grifo?”

Jean-Yves Ferri adianta mais alguns pormenores: “Para mim, tudo começou com uma representação escultórica da Tarasca: um animal aterrador das lendas celtas… Será que os nossos antepassados acreditavam realmente na existência destes monstros bizarros?

É preciso dizer-se que, na Antiguidade romana, os exploradores eram raros e o mundo era em grande parte terra incognita. Todavia, a verdade é que elefantes ou rinocerontes, animais verdadeiramente extraordinários para um europeu daquela época, já tinham sido exibidos em Roma. Porque haveriam então os romanos de duvidar da existência de criaturas tão improváveis? Não tinham já algumas delas (górgonas, centauros…) sido, antes deles, meticulosamente descritas pelos gregos antigos?

Tratava-se portanto de percorrer o bestiário mitológico e escolher o animal que iria estar no centro da trama. Metade águia, metade leão (e com orelhas de cavalo), enigmático q.b., acabei por optar pelo grifo!

Os romanos iriam a marchar, disso não havia dúvidas. Mas… e os gauleses? Como é que Astérix, Obélix e Ideiafix, acompanhados pelo druida Panoramix, iriam juntar-se à demanda épica e repleta de armadilhas em busca deste animal fantástico?

É que o que ficarão a saber quando lerem este álbum. Não achavam que eu ia fazer como a deusa Wikipédia e contar já tudo, pois não?…”

Declarações intrigantes que despertam a vontade de saber mais…

Resposta em Astérix e o Grifo, à venda em todas as boas lojas da Gália e não só a partir de 21 de outubro de 2021!